segunda-feira, 28 de junho de 2010

O Convite.

Como dito no Blog do Pediatra em Casa, quero convocar todos vocês para que participipem deste novo exercício. Este artigo admite comentários. Mas este blog admite principalmente adesões. Portanto, existem três convites:

Primeiro para experiências. Se você teve seu coração apertado porque alguém nasceu antes do tempo e precisou de esforço, abrigo e empenho de uma equipe médica especializada, da família e de uma instituição de saúde, escreva seu depoimento. Escreva esta história da sua vida. Queremos compartilhar as experiências da prematuridade. Escreva para o meu e-mail, e coloque no assunto "história de um prematuro". Não se esqueça de colocar seu nome (pode inventar um), o nome da criança (ou qual ele seria, se o desfecho não foi como você esperava) e de onde você escreve. Eu publicarei as histórias, na medida que elas chegarem. Isto pode ser de tremendo conforto para alguma outra família. Só não publicarei críticas pessoais ou profissionais nominais. Queremos focar na grande vida que se manifesta naquele pequeno ser humano e no esforço empenhado pelas pessoas à sua volta.

O segundo convite é para adesões profissionais. PODERÃO PARTICIPAR  PROFISSIONAIS DE SAÚDE, REPRESENTANTES DE EMPRESAS,  DE ORGANIZAÇÕES SOCIAIS E DE ÓRGÃOS PÚBLICOS E PRIVADOS. Então, pediatras, obstetras, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, fisioterapeutas, motoristas de ambulância, maqueiros, engenheiros clínicos, administradores de maternidades, profissionais e empresas de higienização e assistência técnica hospitalares, empresas de remoção terrestre e aérea, industrias de equipamento médico, industrias de suprimentos para pré-termos, ministros religiosos, voluntários, empresas de produtos para recém-nascidos pretermos (fraldas, roupas, acessórios), planos de saúde, conselhos e sociedades profissionais e qualquer outra pessoa cujo exercício de sua atividade profissional seja vinculado ao cuidado do recém-nascido pré-termo estão convidados para assinar. Escreva para meu e-mail, com o assunto "eu assino embaixo", e eu colocarei seu nome, seu registro, sua cidade, e o logo da sua empresa (ou sua foto), como signatária da declaração. Assim, pais e mães que estiverem procurando uma maternidade ou profissional para que participem da vinda de seus filhos para a vida, caso sejam prematuros, saberão que serão tratados com humanidade e respeito.

 Agora, se você leitor se deixou seduzir e inspirar pela Declaração Universal de Direitos para o Bebê Prematuro, como eu,  mas não se encaixa nos profissionais ou empresas que podem assiná-la, nem em quem teve uma experiência prematura, deixe um comentário ao final, e isso nos dará força.

Peço que você também copie e divulgue livremente este artigo, para convidar empresas, entidades, profissionais, órgãos públicos e a mídia a se comprometerem publicamente com os termos desta Declaração (não precisa pagar nada por isso!). Vamos encher este post de comentários e tornar a vida dos prematuros mais digna e respeitada.

Um abraço, emocionado e esperançoso.

Andre Bressan
Médico pediatra, pais de três filhos, e signatário da Declaração Universal de Direitos para o Bebê Prematuro.

4 comentários:

  1. Andre, criei um blog (guardandomem.blogspot.com) e vou compartilhar por lá também. Abraço,
    Célia

    ResponderExcluir
  2. Célia,

    Obrigado pelo apoio. Por enquanto é a nossa maior alegria.

    Aproveita e medita sobre a declaração. Por que não assinar entre os profissionais?

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Assino sim, pode contar comigo.
    Abraco,
    Celia
    P.S> Te admiro por ter ter levantado a mao naquele post...

    ResponderExcluir
  4. Já está incrita!

    Parabéns e obrigado!

    ResponderExcluir